sábado, 4 de junho de 2016

Learning.....always..... " Fathers and Daughters"

Como muitas vezes acontece, o dia mudou de rumo e nada do programado acontece!
Não foi a dita praia durante a manhã, com clínica á tarde. O tempo não ajudou e praia com pouco sol e possibilidade de chuva, não é muito agradável. O que se fez? Arrumou-se a casa, umas aulinhas no ginásio e um bom almoço com amigos......e graças a algumas desmarcações, pensei....."maravilhoso!!!! Vou descansar o resto do dia!!" 
Mas nem sempre consigo relaxar no sofá durante muito tempo, fui ver o que é que se passava pelo cinema, e, assim que vi o trailer de " Pais e Filhas", sai de casa e fui a correr para a sala de cinema mais próxima! 
Adoro ir ao cinema á tarde sozinha, é uma coisa á Dolitas, principalmente quando é um daqueles bons, mas de fazer chorar as pedras da calçada!!
Também seria um que, á partida, não teria companhia para o ver, nem todos gostam de verter umas lágrimas em público....... Lol
Assim que vi o trailer, percebi que tinha que o ver.....bons atores, bom argumento, uma história muito bem contada! 
Já lá vai algum tempo que não saio com os olhos que sai, da sala, chorei imenso, mas por uma razão, identifiquei-me com tantos pormenores na história, que senti tudo a triplicar...... 
Assim que vi o trailer, percebi que isso poderia acontecer....... Apareceu uma frase que fez o clique....." Nem todas as pessoas que te amam, vão te abandonar"...... Dizia uma personagem para outra, algures numa banheira....
Depois vi o filme e lá está, uma psicóloga, que já perdeu tanto, com plena consciência do que faz, porque o faz, mas que não consegue mudar o que sente..... porque o medo do abandono, devido a alguns acontecimentos repetitivos na vida dela a fazem sentir assim....
Aliás, na cena em que ela ouve a frase que referi, ela diz.... " a cabeça sabe, mas o coração não sente assim".....
Termos a consciência, de que temos "arestas a limar" e quais são, é muito bom, mas apartir do momento que temos essa consciência, não deveria ser tudo mais fácil?!! 
O meu caso não é tão grave como o dela.....loooool..... não me isolo tanto, nem durmo com todos os que me aparecem.....lol....nunca o fiz.....mas sei como é....afastar-me assim que começo a sentir algo diferente.... Mas tenho vindo a melhorar.....looool..... Muito mesmo......mas sei o que é sentir e reagir a algo que sei muito bem não fazer sentido algum..... O meu único "medo".... Com o qual sempre tive dificuldade em lidar....mas enfrento-o, como sempre fiz a tudo na vida! 
Sou uma desbocada, digo tudo o que penso e sinto, mas nesta situação em particular, demoro muito mais a dar esse passo...... é como se uma palavra fosse destruir o meu escudo de proteção.....é um contrassenso tão grande ..... para aqui a Dolitas....que ADORA viver fora da bolha, fora da zona de conforto, porque é exatamente aí que as coisas acontecem, porque é exatamente aí que se vive.....enfim...já cresci tanto...mas, ainda assim...baby steps!! 
Bem se quiserem soltar umas lágrimazitas.....vejam o filme! Vale cada lágrima!!  ;)




Enviar um comentário