terça-feira, 14 de abril de 2015

Estado Zen

Depois de tanto já aprendido existem coisas muito básicas e simples que nos passam a acompanhar para sempre!
A filosofia na qual assenta toda a medicina  tradicional chinesa, as bases do Taoísmo, o i ching, fica-nos entranhado na cabeça. Todo o raciocínio aprendido passa a fazer parte da nossa maneira de vivenciar o mundo! Posso dar um pequeno exemplo, sempre que vem o outono e apanho uma gripe sei que abusei da alimentação fria e gelada no verão.... Quando me aparece alguém deprimido, começo logo a magicar quais os pontos a espetar e fórmulas a tomar, dependendo dos sintomas e origem destes mesmos.... Não há como escapar!!
Também percebi que tudo o que já aprendi se complementa, nada se anula, tudo o que aprendo é mais uma peça do puzzle, o que se torna um pouco viciante , queremos descobrir e aprender sempre mais um pouco, desvendar mais um pouco do grande mistério.....e se usássemos  muito bem todas estas ferramentas o mundo seria um lugar bem melhor.
Existe um mantra que aprendi á uns anos grandes, cujas palavras nunca mais esqueci, e, que, de vez em quando me aparece na cabeça.....ou coração!
Hoje apeteceu-me mesmo muito partilha-lo!! E como costumo seguir o coração.....

"Eu Amo-me, Eu respeito-me, Eu peço-me perdão, Eu perdoou-me, Eu Aceito-me tal como eu sou"

Ou

" Eu Amo-te, Eu Respeito-te, Eu Peco-te Perdão, Eu Perdoou-te, Eu Aceito-te tal como És"





Se já gostava da original, apaixonei-me por esta versão:

Enviar um comentário