segunda-feira, 29 de julho de 2013

Só Sei que Nada Sei

Mais uma semana e estamos a 3 semanas das férias! 3 Longas semanas em que finalmente posso descansar, por corpo, mente, espírito e coração em condições. Claro que se conseguir os 3 primeiros já me considero uma pessoa com sorte! Lol


Hoje estou estranhamente feliz e em paz, alias ….. já ando assim há alguns dias, depois do turbilhão de emoções que foi o meu ultimo ano e meio, é estranho o meu coraçãozito andar tão bem, tão descansado, em paz.

A verdade é que as emoções foram extremas e profundas, iriam fazer algumas transformações o meu medo era que eu não fosse gostar muito dessas mudanças ….. mas ate isso dependia de mim, e de como eu iria reagir a todas as situações.

A aceitação de tudo como o ciclo natural da vida, sem me revoltar contra aquilo que toda a gente chama morte, e á qual eu chamo mudança de estado ou vibração, é importante, muito difícil é só lidar com a ausência de alguém que amamos profundamente e vamos amar sempre, alias a única palavra que existia no relacionamento que partilhávamos desde o meu nascimento é AMOR!!

Até a Morte me fez cair em mim, e perceber que tudo é amor, e não vale a pena experimentar nada mais que isso.

Não vale a pena ligar a mesquinhices, ao que pensam da minha pessoa, qual a importância que tenho para os outros, como me vêm, NADA interessa, neste preciso momento, a única coisa que interessa aqui a Dolitas é AMAR tudo… o silencio e a paz que me traz a solidão e me têm sabido tão bem, é exactamente neles que me tenho encontrado….. na confusão da minha correria pela vida e quantidade de coisas ás quais eu me proponho a fazer….. em continuar a estudar e a aprender…. Nos momentos que tenho com cada pessoa que esta comigo sejam elas amigos, família ou um perfeito desconhecido…… a brincar com os meus gatos…. Com os meus “sobrinhos” postiços….. ou ate sozinha, Rir de tudo…. É tão importante rir de tudo…… nunca perder essa essência da criança que há em nós.

Esse foi a minha grande questão no meio de tanta dor….. Será que alguma vez mais eu vou conseguir experimentar o mundo como uma criança, ter aquela inocência e esperança que temos quando somos crianças?!

Não sei se alguma vez vou voltar a ser como antes, de rir as gargalhadas da mais perfeita parvoíce!! Lol….. Mas já consigo ter prazer nas mais pequenas coisas outra vez! É um passo de cada vez, quanto ao resto NÂO SEI………

Agora percebo muito bem a frase….. “Só sei que nada sei”…… lol….. as poucas certezas que tinha foram-se……






Enviar um comentário