terça-feira, 13 de abril de 2010

Comentários...


Comentário tipico de quem não tem mais nada em que pensar ou que fazer..." Hum acho que o problema daquele é o rabo...?!"... quer dizer as pessoas passam a vida a olhar para os outros e para a vida dos outros, e acabam por deixar passar a propria vida ao lado!!
Aqui está uma coisa que nunca percebi, as pessoas que se regem pelo que os outros dizem, fazem e são!!! Então e que tal ter ideias próprias?
Eu sei que é mais facil para a maioria, seguir os outros do que passar a ser o autor da propria vida, mas e que tal aceitarmo-nos como somos, gostarmos de nós como somos, gostarmos e aceitamos os outros como eles são e finalmente VIVER!
Que piada teria o mundo se fossemos todos iguais? Se nos vestissemos todos da mesma maneira? Não é muito mais engraçado olhar em volta e ver rostos diferentes, corpos diferentes, culturas e maneiras de pensar diferentes da nossa?!
Á uns anitos tive um bom amigo que perdeu algum tempo em assumir o que sentia, porque os amigos lhe diziam que a rapariga de quem gostava, não era gira e não valia nada?! O que é que ele perdeu?! TEMPO!!! Demorou a perceber que a miuda com hoje é casado não só é bem gira como vale mais do que a maioria dos amigos com quem se relacionava!!!
Claro que devemos ouvir os outros, principalmente as pessoas que estão ao nosso lado, mas ouvir os seus conselhos não significa aceitar sem pensar... ouvir o nosso espirito critico!!! Nem que para isso muitas vezes signifique errar!! Mas pelo menos aprendemos qualquer coisa enquanto cá andamos!!
Não foi comigo mas este genero de comentários futeis que ainda por cima podem magoar alguem fazem-me "comichão na lingua"! LOL
Não pensem que fiquei calada quando me apercebi do comentário?!LOL
Elas é que não gostaram muito.... acho que ganhei novas inimizades...lol...mas como me dizem á muito.... "quem não tem inimigos não tem personalidade"....e como personalidade nunca me faltou... coitados dos meus papás!...lol...não é coisa que me tire o sono!LOL
Toca a VIVER!!
Enviar um comentário