segunda-feira, 15 de março de 2010

"Tudo é duplo; tudo tem dois polos; tudo,o seu par de opostos: os semelhantes e os antagónicos são os mesmos; os opostos são identicos em natureza, mas diferentes em grau; os extremos tocam-se; todas as verdades são semi verdades; todos os paradoxos se podem reconciliar."

(Kybalion, 2.4)
Enviar um comentário