quinta-feira, 29 de maio de 2008

Para Pensar


“Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém. Já chorei ao ver amigos partir, mas descobri que surgem novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão. Já confundi sentimentos, já abracei para proteger, já me ri quando não podia, fiz amigos eternos, amei e fui amada, mas também já fui rejeitada, fui amada e não amei. Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de esquecer. Já gritei e saltei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz juras eternas. Já subi no telhado para apanhar estrelas e fiquei acordada só para ver o nascer do sol. Já fugi de casa para sempre e voltei no outro instante. Já fiquei sozinha no meio de mil pessoas, já senti medo de escuro, já tremi de nervosismo, já quase morri de amor, mas renasci novamente. Já me apaixonei e achei que era para sempre, desiludi-me muitas vezes! Já chorei a ouvir música e a ver fotos, já liguei só pra escutar uma voz, já me apaixonei por um sorriso, já pensei que fosse morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém especial! Já caminhei por atalhos errados e continuo a andar pelo desconhecido. Mas vivi! E ainda vivo! Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é MUITO para ser insignificante”♥♥♥ Chaplinn

Enviar um comentário